Publicado há 1 mês • 4 min de leitura

Lar Center Inspiração: ferramentas 1001 utilidades

O mundo nunca foi tão fácil – e, ao mesmo tempo, tão complicado! Na era do smartphone, temos uma infinidade de produtos na palma da nossa mão, e a coisa mais fácil é comprar um carro em questão de dias, chamar um encanador em questão de horas ou mesmo encontrar um lugar que entregue brigadeiro em plena madrugada em questão de minutos.

O que o celular não faz, porém, é ajustar aquele quadro que está torto, fixar aquela cadeira que anda meio molenga ou acalmar a dobradiça daquela porta que se esgoela a cada vez que alguém entra no cômodo. Para as coisinhas do dia a dia, nada como ter à mão uma boa e velha caixa de ferramentas, um poderosíssimo cinto de utilidades capaz de transformar um mero Bruce Wayne em um verdadeiro Batman dos reparos domésticos.

Mas comece pelo começo: em vez de transformar sua casa na filial de uma oficina mecânica, tenha em mente que alguns itens-chave já ajudam a resolver boa parte dos problemas básicos. E para os pepinos mais complexos, pode chamar um profissional para resolver tudo sem gambiarra.

Preparamos uma listinha para te ajudar a montar a sua caixa.

Chaves
Quase tudo o que é de montar, seja um móvel, seja um aparelho, tem parafuso. E eles vêm em tamanhos dos mais variados. Como fazer? Precisa comprar todos os tamanhos possíveis de chave? Nada disso. Se tiver três de cada (uma pequena, uma média e uma grande), já consegue resolver um monte de coisa. Só tome cuidado: uma chave de fenda (para aqueles parafusos com cavidade em forma de “-“) até pode ser usada no lugar de uma chave philips (para parafusos com cavidade em forma de “+”), mas ela pode acabar espanando a cabeça do parafuso, então é melhor não misturar as coisas. Já a chave allen, aquela em forma de L com perfil hexagonal, é mais específica e nem tem como usar em outros tipos de parafuso. As chaves combinadas (boca numa ponta e estrela na outra) são muito úteis, mas dificilmente podem ser usadas em coisas de tamanhos diferentes – nesse caso, vale investir em uma chave inglesa, que permite ajustar o tamanho para o que você precisar.

Principiante: você vai adquirindo suas ferramentas aos poucos, conforme precisa resolver uma coisinha ou outra em casa. Para armazená-las, use uma caixa com compartimentos e divisórias, como esse modelo da Stanley.

Alicate
Eis uma ferramenta versátil: pinça, aperta, dobra, alcança cantinhos difíceis e, dependendo do material, como fios elétricos, até corta. Só não deixe o cabo sem o revestimento, sob o risco de levar um choque!

Entusiasta: alguns equipamentos bastante específicos facilitam a vida se você executa certa atividade com frequência. É o caso da parafusadeira, como essa da Wesco.

Martelo
Algumas coisas só são resolvidas com força mesmo. Só não vale mirar errado e acabar acertando o dedo! Para serviços mais delicados, existem opções com cabo mais curto, que cabe na palma da mão. E se fixar o prego no lugar errado, você pode usar as garras da ferramenta para retirá-lo.

Extensão
Furadeira, lixadeira, serra, vaporizador e tantos outros aparelhos são uma mão na roda no nosso dia a dia. Mas seus fios podem não levá-los tão longe quanto gostaríamos. Uma extensão resolve o problema.

Fitas adesivas
No filme “Mudança de hábito 2”, uma das personagens, uma freira, compartilha um método infalível para resolver seus problemas: “Tudo na vida é possível quando você leva com você um pouco de fé e um rolo de fita crepe.” Complete o ensinamento com uma fita isolante, uma adesiva, uma veda-rosca e uma dupla-face, e você estará pronto para qualquer desafio!

Bricolagem de fim de semana: uma chavinha ou outra são pouco demais para a sua vontade de colocar a mão na massa. Um kit mais completo, como esse da Dexter, tem ferramentas de vários tamanhos e para as mais variadas finalidades

Cola
A velha máxima “quem não cola não sai da escola” tem um fundo de verdade: muitas trapalhadas do cotidiano podem ser consertadas com esse material pra lá de versátil. Só não vale tentar usar aquelas de secagem rápida para qualquer material – sob o risco de deixar o remendo ainda pior que o desastre. As colas de PVC, muito usadas para canos, costumam ser bastante versáveis.

Trena
Esse é um item básico de sobrevivência – dentro e fora de casa. Além de ajudar nos pequenos consertos, ela te previne de comprar algum item que não cabe no lugar desejado. Ou seja: vale a pena ter uma no bolso sempre que pensar em comprar móveis ou eletrodomésticos.

Arco de serra
Aqui vale uma observação: cada material, como madeira, metal ou plástico, tem uma serra correspondente. Fique atento a isso para não deixar sua serrinha cega – ou desdentada – logo nos primeiros movimentos: ela pode quebrar e ainda ficar entalada na peça. Para materiais menos rígidos ou planos, descomplique: tesoura e estilete dão conta do recado.


  • Compartilhe:

Acontece no Lar Center

Clássico ...

41 visualizações | 2 min de leitura

Dentro da ...

69 visualizações | 3 min de leitura

Decorar o banheiro é ...

77 visualizações | 3 min de leitura

Receba nossas novidades no seu e-mail.