Publicado há 2 semanas • 3 min de leitura

Lar Center Inspiração: papel de parede na decoração

Se você já começa a ter tiques nervosos só de pensar na trabalheira para pintar a casa – e passar meses encontrando respingos pelos cantos –, talvez o papel de parede seja uma opção mais adequada. Além de fazer consideravelmente menos bagunça, ainda tem algumas vantagens, como a possibilidade de usar estampas das mais diversas e ainda ser mais fácil de limpar.

Estampa de flores e papel de parede foram feitos um para o outro. Esse aqui está disponível na Doural.

Sim! O mito de que o papel de parede é de difícil manutenção e fácil de sujar ficou lá no passado. Hoje em dia, existem versões mais resistentes, como o vinílico, que é meio plástico, para limpar sem medo de ser feliz.

Quem disse que não dá para usar papel de parede em ambientes molhados? Para banheiros, o vapor e o excesso de umidade realmente podem ser prejudiciais, mas em lavabos, ele é uma ótima opção e resiste a eventuais respingos.

O papel que já vem adesivado é uma opção prática: você não faz sujeira com cola e ainda consegue reposicioná-lo caso fique meio torto (contanto, é claro, que a cola não esteja completamente seca).

Também da linha requinte, esse papel simula outras texturas – no caso, de tijolos. Disponível na Camicado.

Vale observar algumas dicas antes de sair arrastando os móveis. A primeira delas pode até parecer óbvia, mas não é: meça a parede – e adicione uns 20% à medida. Não é nem por medo de faltar: é para que, ao emendar um pedaço no outro, você consiga coincidir o desenho. Você não vai querer deixar as peças todas tortas, não é?

Arabescos são um verdadeiro clássico atemporal quando se fala em papel de parede. Eles podem se comunicar muito bem a móveis de madeira de inspiração barroca, com suas curvas e rococós.

Antes da aplicação, a parede deve estar limpa e lixada. E como o papel pode ser meio transparente, o ideal é que a superfície não tenha desenhos e esteja pintada com uma cor clara.

Tem papel de parede para todos os gostos. Alguns são mais neutros, e você pode até utilizá-los em todas as superfícies do cômodo. Já os grafismos mais complexos tendem a funcionar em menores doses: ou em apenas uma parede ou em ambientes mais amplos. Do contrário, você corre o risco de dar uma impressão desagradável de confinamento – ou pior: causar ilusões de ótica de movimentação capazes de dar náuseas nos mais sensíveis. Nas demais paredes, você pode complementar com uma tonalidade que se comunique com a estampa. O resultado é pra lá de charmoso!

Em vez de padronagens geométricas, alguns papéis têm ilustrações e até fotografias, como o Façade, disponível na Doural.

Pense também no conjunto. Um papel com um desenho marcante tende a se impor no ambiente. Então tome cuidado para que os itens de decoração não briguem entre si.

Se você já ficou cansado só de olhar as dicas e pensar na trabalheira, fique tranquilo. As lojas que vendem papéis de parede sempre oferecem profissionais para cuidar dessa parte mais chatinha – e você consegue focar no mais legal, que é a inspiração!


  • Compartilhe:

Acontece no Lar Center

Black Friday no Lar Center
2951 visualizações | 1 min de leitura
Lar Center Inspiração: escolha o tapete ideal
164 visualizações | 2 min de leitura
Mostra Lar Center: A Vida é o Presente
656 visualizações | 2 min de leitura

Conheça a Cidade Center Norte

Receba nossas novidades no seu e-mail.