Publicado há 3 semanas • 3 min de leitura

Lar Center Inspiração: hora da brincadeira

Quem passou a infância no começo dos anos 90 certamente teve um momento de invejinha de Punky Brewster – a pequena protagonista do seriado “Punky, a levada da breca”. A garota não se contentava em usar calçados com um pé de cada cor: ela também tinha um quarto multicolorido, que parecia ser uma filial do que encontramos no fim do arco-íris.

Bom, agora que estamos mais crescidinhos, muitos de nós teremos em breve (ou estamos tendo agora mesmo!) a missão de preparar um quarto para os pequenos.

É uma missão e tanto! Se para os adultos, o quarto já é um refúgio e um lugar para recarregar as baterias, para uma criança ele é o seu próprio infinito particular, onde a imaginação não tem limites e ela está acompanhada de seus brinquedos mais preciosos.

Aproveitamos a chegada do Dia das Crianças para dar algumas dicas de como deixar esse espaço ainda mais legal e pronto para grandes aventuras.

Cada um no seu quadrado. Você pode ainda se lembrar da lista completa de pokémons, ter zerado todos os jogos do Super Mario ou ainda aguardar uma abdução pela nave da Xuxa, mas tenha em mente que esse foi o seu universo durante a infância – e o seu pequeno certamente terá outros gostos. Então procure ambientar o espaço de acordo com a identidade da criança, que está se desenvolvendo.

Esse ambiente criado pela Val Center Planejados serve para dois irmãos: a beliche é também um armário e uma escrivaninha, o que otimiza o espaço.

Explosão de cores. Não há nada que remeta mais à infância do que objetos super coloridos. Mas na hora de decorar, vale um pouco de moderação. Como as cores influenciam muito o nosso humor, tonalidades muito vibrantes podem deixar as crianças muito agitadas o tempo inteiro. Você pode usar diferentes cores, mas deixe as mais intensas restritas a um item ou outro.

A N&C otimizou o espaço da beliche com nichos e um móvel de cabeceira, tornando o ambiente muito mais funcional.

Cara nova. As paredes ganham outra cara se houver coisas desenhadas. Mas se você não é um desenhista muito habilidoso, não tem problema: papéis de parede ou mesmo adesivos deixarão o ambiente bastante divertido.

A DMarco sugere um ambiente simples, mas com espaço para diversão, com um balanço suspenso. As paredes ganham um toque especial com quadros divertidos.

Bagunça organizada. Brinquedos espalhados serão uma realidade incontornável – mas você pode amenizar o problema. Aposte em móveis onde tudo possa ser guardado, como gaveteiros e baús. Nichos e prateleiras também são uma ótima pedida, além de deixaram as paredes mais divertidas. Aqui, vale uma dica preciosa: procure deixar os itens ao alcance dos pequenos. Além de desenvolver a autonomia para eles mesmos se organizarem, você elimina o risco de eles tentarem escalar os móveis para alcançar o que querem.

Nesse quarto, proposto pela Edy Planejados, tem espaço para tudo, com diversos nichos, gavetas e prateleiras.

Pé de pano. As crianças vivem no chão, então procure deixar o espaço mais confortável com um tapete bem fofinho. Certifique-se de que ele será fácil de limpar e tem tratamento antialérgico. Você também vai querer passar horas jogado nele com o seu filho.

Atenção: homens trabalhando. O quarto deve ser divertido, mas também deve ter espaço para estudar. Então reserve um canto onde o pequeno possa sentar e se concentrar sem tantos estímulos.

1001 funções. Móveis multifuncionais serão grandes aliados. A cama pode ter um baú, uma escada pode ser um armarinho e você pode até optar por uma cama suspensa com uma escrivaninha embutida, ideal para ambientes com pouco espaço para muita coisa.

Para ambientes pequenos ou apartamentos sem divisão de cômodos, a Biblos Planejados propõe um quarto com o armário delimitando o espaço.

  • Compartilhe:

Acontece no Lar Center

Clássico ...

40 visualizações | 2 min de leitura

Dentro da ...

69 visualizações | 3 min de leitura

Decorar o banheiro é ...

77 visualizações | 3 min de leitura

Receba nossas novidades no seu e-mail.