Lar Center Inspira
Você por dentro das principais
novidades de Casa e Decoração
Bloco do eu sozinho

Bloco do eu sozinho

17 de Abril de 2017

Brasileiríssimo, o cobogó deixou de ser retrô

É uma casa brasileira com certeza – e você percebe pela geometria. Afinal, quem nunca teve um sentimento de nostalgia ao observar paredes com tijolos vazados, daquelas que remetem a casa de avós no interior? Estamos falando do cobogó, uma coisa simples com um nome complicado – e cheio de história. Calma, também pode chamar de “elementos vazados”, mas não tem a mesma graça. Trata-se daqueles tijolos meramente decorativos, com furos de diferentes formas geométricas.

É uma criação genuinamente brasileira – e, exatamente por causa disso, tem dedo de gente de vários países. Os responsáveis eram três engenheiros: o português Amadeu Oliveira Coimbra, o alemão Ernest August Boeckmann e o brasileiro Antônio de Góis. Moravam em Recife, em Pernambuco, e curtiam a dor e a delícia de se viver nos trópicos, com sol intenso o ano inteiro. Para resolver o problema do excesso de calor, pensaram na arquitetura árabe, mais especificamente nos muxarabis – uma espécie de tela de madeira trançada instalada nas sacadas e janelas das casas, a fim de proporcionar uma certa abertura, mas sem permitir a vista de quem passa pela rua.

Nasceu assim o tal cobogó – o nome estranho é uma sílaba do sobrenome de cada um: Coimbra, Boeckmann e Góis. O princípio é o mesmo: o bloco vazado deixa entrar ar e luz, proporciona leveza e frescor ao ambiente e, por ser largo, nos dias de chuva ele deixa a água do lado de fora. A sombra causada pela luz do sol cria um lindo efeito no chão e paredes internos. À noite, o contrário: a iluminação do ambiente fica bonita vista por fora. Foi um grande alívio para o calorão das casas nordestinas e pegou de vez: o cobogó ganhou todo o País.

O tijolo vazado tem a maior cara retrô, mas seu uso não precisa necessariamente caminhar para o nostálgico. O arquiteto e urbanista Lúcio Costa, responsável pelo Plano Piloto de Brasília, levou a peça para o modernismo, e até hoje muitos fabricantes apostam na estética das obras brasilienses.

Está enganado quem achar que o elemento só serve para aliviar o calor. Ele pode ter o uso meramente estético. Um exemplo é uma parede interna feita completamente de cobogós, a fim de criar uma divisória no ambiente. Puro charme.

A peça esteve em evidência há alguns anos com cores fortes (como amarelo e verde-água) e até meio kitsch, em uma clara referência aos anos 1960 e 1970, mas este frisson deu uma acalmada. A moda agora é apostar na elegância das formas geométricas. Sai a saudade da casa da avó, entram tons de cinza, o concreto (e por que não a madeira?) e até um certo futurismo poligonal. Afinal, o cobogó é coisa nossa, e como se dizia há algumas décadas, o Brasil é o país do futuro.

cobogo-2

3

cobogo-4


Tags: árabe , brasileiro , Brasília , cobogó , déco , decor , Decoração , elemento vazado , Lar Center , Lúcio Costa , modernista , muxarabis , Recife , tijolo vazado

Tags

2017abajourÁcaro
acessóriosaconcheganteAconchego
acrílicoÁguaAlergia
AlgodãoAlice no País das MaravilhasAlmofada
ambienteambientesAmplitude
Ano Novoaparadorapartamento.
AppleAr-condicionadoárabe
armárioarquitetaarquitetura
ArranjoArteArtesanato
azulAzulejosBagunça
Banana Republic.Bancadabancos de jardim
Banheirobarbarroco
bebidaBertazzoniBMW
Boa SortebombêBons Fluídos
BordadoBotânicabrasileiro
BrasíliaBronzecachorro
cãesCalorcara nova
Carolina HerreraCarpetecarrinho de chá
Casacasa da avócasa de campo
ChinaChitaCinco Elementos
Cine Designcinemaclaridade
clássicoCobertura ajardinadacobogó
ColeçãocolonialComitê Brasileiro de Cores
cômodacontemplaçãocontorno
coqueiroscorCor do ano
Corescores fortesCores Frias
Cores QuentesCozinhaCuba
Declutteringdécodecor
DecoraçãoDecoração de NatalDesapego
descontodesignDicas
DiscretoDoaçãoDolce & Gabbana
edifícioefeitoElegância
elemento vazadoEletrodomésticoElle
emaranhadoEnergiaEspaço
espaços pequenosEspelhoEstampa
Estampasestúdioevento
exóticoExpoExposição
feiraFeng ShuiFestas
Fibra naturalFilosofia ChinesaFim de ano
fioFloresFogão
FogofolhasFrança
FreezerFrida KahloFrigobar
frutasfuncionalidadefuturismo
Futurogarden seatgatos
GeladeiraGeometriaGiselle Martos
GorenjeGreeneryIED
iluminaçãoiluminação indiretaindústria
IndustrialInnova Natalinspiração
Instituto Europeo di Designinterioresintimista
Irmãos CampanaItáliaJá Pro Lar Center
JanelajardimJardim vertical
lacaLacosteladrilho
ladrilho hidráulicolâmpadalápis-lazúli
Lar CenterLar Doce CasaLatinidade
LavaboLina Bo BardiLinhas Retas
LiquidaçãoLúcio CostaLuis 14
Luís XIVLuís XVluminária
lustreLuxoluz
madeiraMaison & ObjetMandinga
MármoreMedalhamesa lateral
MetalMéxicoMil e uma noites
MilãoMinimalismoModa
Modernismomodernistamoderno
molduramóveismóveis multifuncionais
móveis planejadosmuxarabisNarciso
NatalNaturezanobreza
nômadesNorman Fosternostalgia
nuancesObjectifiedobjeto
ofertasOrganizaçãooriental
Oscar NiemeyerOuroPaisagismo
Panetone.PantonePapel de parede
ParedeParispaz
Pele ArtificialPersaPérsia
petPiapigmento
pinturaplantaplantas
PódioPorcelanatoPrata
Prateleiraprateleiraspraticidade
PreçoPrimaveraProjetos
PromoçãoProvençaprovençal
quadroQuartoQuente
quietudequintalRecife
refeiçãoreferênciaReflexo
RefrigeradorRenovaçãorepaginada
retrôRéveillonrevestimento
RevestirRitualrococó
Sala de estarSala de jantarSalão do Móvel de Milão
Semana de Moda de Nova YorkSheherazadeShopping Lar Center
silêncioSilvana OcchialiniSmeg
SuperstiçãotapeteTemperatura
tendênciaTendênciasTerra
TexturaTijolotijolo vazado
TintaTons TerrososTranquilidade
transparênciaTropicalvaso
vegetaçãoVenezaVentilação
VerãoVerdeversatilidade
Victoria BeckhamVidrovintage
VitrinesVogueWall Street Journal
Warren Platnerwild wirewire
YinMn Blue
Estar Móveis